sexta-feira, 16 de novembro de 2012

Crime organizado confessa a ordem de matar policiais no Estado de São Paulo



Por Alex Gomes Brito
Agora todos nós  sabemos que o Primeiro Comando da Capital ( PCC ), realmente mandou matar policiais no Estado, depois da prisão dos assassinos do investigador de policia na cidade Juquitiba João Antônio Pires, 62 anos, e do policial militar Flavio Adriano do Carmo, 45 anos, pertencente ao 3º Batalhão de Choque no Jardim São Luis.
Bom a policia fez a sua parte, que é a investigação   e a prisão dos assassinos e obteve a confissão ( Quero aqui deixar também para a sociedade civil, o tipo de bandido que os Direitos Humanos defende, quando de fato a Policia faz o seu trabalho árduo de prender esses bandidos, e reagem na conformidade da Lei para defender a sociedade e suas próprias vidas em cumprimento da lei ), esperamos agora que o Poder Judiciário também faça o seu devido papel como parte do Estado defensor, que é da fazer a devida condenação desses assassinos ( Mesmo porque o poder judiciário e a promotoria terá em mãos para todas as condenações de todos os presos por morte dos agentes de segurança pública, duas confissões de assassinos de que a ordem partiu da organização criminosa em rede nacional de televisão para que todos saibam a verdade ). 
E se o poder judiciário não fizer uma condenação a estes delinquentes, em vão foi a morte de todos os policiais até o presente momento, em que deixaram o seio familiar para combater a criminalidade 24 horas por dia, sete dias da semana, da qual o governo estadual faz questão de dizer que não há nenhuma manifestação do crime organizado, é apenas casos isolados.
Espera-se  que nessa união de esforços dos poderes possa ser reconhecida a bravura dos juízes em dar uma condenação a altura dentro da legalidade da lei estabelecida, não permitindo fazer uso de nenhum beneficio da lei, pois o Juiz de Direito tem esse poder sim, e deve exerce-lo para o bem comum da sociedade.
Esperamos em breve que o Governador do Estado de São Paulo Srº Geraldo Alckmin, venha exonerar - Como uma atitude sensata - este secretário de segurança pública arrogante, e que tenhamos um secretario de segurança que não tenha medo de perder a cadeira,  para pode olhar não somente para os policiais, mais para a família deste e para a sociedade, que já é vítima direta dessa violência e guerra.
E que Deus possa guardar cada um de nós desse mal que assola nossa cidade, nosso estado e nossos Direitos como cidadão.
Veja no link abaixo as matéria relacionado ao assunto
http://www.parana-online.com.br/editoria/pais/news/629844/?noticia=PM+DE+FOLGA+E+MORTO+COM+TIROS+DE+FUZIL+EM+SP
http://www.youtube.com/watch?v=uihH64E7ZJE
Postar um comentário