quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

Guarda Civil Metropolitana tem novo Comandante


Em solenidade no Vale do Anhangabaú, com a presença do Prefeito Fernando Haddad e da Vice-perfeita Nádia Campeão, Eduardo de Siqueira Bias recebe oficialmente o cargo e tem como propósito em sua gestão tornar a GCM comunitária e mais próxima da população
O novo Comandante Geral da Guarda Civil Metropolitana, Eduardo de Siqueira Bias, recebeu oficialmente o Comando da corporação, em solenidade na manhã desta quarta-feira (30/01), no Vale do Anhangabaú, com a presença do Prefeito Fernando Haddad, da vice-prefeita Nádia Campeão, secretários municipais, subprefeitos, além de outras autoridades municipais e estaduais.
No evento, o Prefeito Fernando Haddad destacou que o objetivo do atual governo é imprimir um ritmo de trabalho diferente à GCM e torná-la comunitária, aproximando-a ainda mais da população, resgatando a sua vocação comunitária. “Nós queremos a Guarda Civil próxima do cidadão, que o cidadão queira a GCM e se sinta confortável e seguro perto dela e que cada cidadão sinta na presença da corporação um elemento de pacificação, de sensação de segurança, de pertencimento a uma comunidade. Com interlocuções nos governos Federal e Estadual iremos valorizar e investir na corporação, que desenvolve um trabalho de extrema importância para cidade de São Paulo, tornado-a de excelência”.
Segundo o Comandante da GCM, Inspetor Regional Eduardo de Siqueira Bias, a prioridade do atual governo, além de investir na GCM e torná-la comunitária com foco no engajamento com os cidadãos, buscará ampliar as Casas de Mediação de Conflito, instaladas nos territórios das 31 Subprefeituras e localizadas nas Inspetorias da GCM. Esse projeto visa estimular as pessoas em situação de conflito à busca de resolução pacífica para os de desentendimentos. Além disso, intensificará a proteção ambiental e aprimorará o serviço de prevenção às drogas, buscado resultados positivos e encaminhamento para recuperação mais ativa.
O evento foi aberto com a recepção das autoridades pelo Prefeito Fernando Haddad e movimento da tropa da GCM em continência ao chefe do Executivo. Em seguida foi entoado o Hino Nacional regido pela Banda da Guarda Civil Metropolitana e realizada a leitura do ato oficial de exoneração do Comandante Joel Malta de Sá, o qual deixa o cargo a partir deste mês com algumas palavras de despedida proferidas à tropa, às autoridades e ao público presente. “Agradeço a oportunidade de comandar a maior guarda armada do país e o apoio, durante a minha gestão, do Ministro da Justiça Eduardo Cardozo e da Secretária Nacional de Segurança Pública, Regina Miki. Nesse período houve diversos avanços e conquistas, porém ainda há muito a se conquistar. Desejo sucesso ao novo Comandante, que suas decisões sejam tomadas com sabedoria”, finalizou.
 Posteriormente, foi feita a leitura da referência elogiosa da Secretaria Municipal de Segurança Urbana a Joel Malta de Sá por ter desenvolvido um trabalho profícuo a frente da GCM, posteriormente, aconteceu a transmissão de cargo ao novo Comandante da GCM, Eduardo de Siqueira Bias, que recebeu o distintivo do prefeito e em seguida fez referência ao orgulho de ter presenciado o início dos trabalhos e formação da GCM e a sua evolução, se tornando a maior corporação armada do país. “Agradeço a confiança do Prefeito e do Secretário de Segurança, que me concederam a missão de comandar a GCM e da disposição em investir e qualificar seus agentes para que eles possam servir melhor nossa cidade de São Paulo. Hoje iniciamos um novo ciclo da nossa história, com desafios e a certeza que poderemos superá-los e vencê-los”, afirmou.
O Secretário Municipal de Segurança Urbana, Roberto Porto discorreu sobre a passagem de Comando da GCM e destacou a busca pela valorização da GCM e as diretrizes de torná-la comunitária. “O momento é propício para rompermos os paradigmas, como desmistificar a guarda e ir ao encontro da sociedade, para despertá-la da importância dessa gloriosa corporação. As diretrizes são claras, e já foram traçadas pelo nosso prefeito Haddad. A guarda comunitária, que todos almejamos, e que nós já estamos construindo, deve primar o respeito pela cidadania, solicitando a participação de todos nos problemas que afligem a comunidade. A orientação, o atencionamento e a advertência devem sempre anteceder ações de repressão”.
Foto
A solenidade foi encerrada com revista à tropa e desfile em continência ao Comandante. A Tropa foi constituída por integrantes dos Comandos Operacionais Centro, Norte, Oeste-Centro, Leste e Sul, além das representações da Inspetoria de Operações Especiais e dos Destacamentos Ambientais Norte, Sul e Leste. O desfile contou com o Destacamento de Canil, profissionais que atuam na prevenção ao uso de drogas, em operações de resgate e de Defesa Civil. Também houve o desfile de Grupamento Motorizado, composto de viaturas, bases comunitárias equipadas com moderno sistema de radio comunicação móveis, ciclistas, motociclistas e viaturas quatro rodas – pick up’s e ônibus, bem como embarcações usadas durante as ações de fiscalização e proteção ambiental, assim como na conscientização e educação dos praticantes de esportes náuticos.
Fonte: Secretaria Municipal de Segurança Urbana
Fotos: Marcelo Ulisses
Postar um comentário