quinta-feira, 10 de janeiro de 2013

Hospital confirma morte cerebral de grávida baleada na cabeça em SP

O Hospital do Campo Limpo confirmou a morte encefálica da assistente administrativa Daniela Nogueira de Oliveira, de 25 anos, nesta quinta-feira, às 15h08. Daniela, que estava grávida de nove meses, foi baleada na cabeça durante uma tentativa de assalto no Campo Limpo, zona sul de São Paulo. Ela estava chegando em casa, no Condomínio Horto do Ypê.
A criança foi salva por cirurgia cesariana e passa bem. Ela já deixou a UTI neonatal. O corpo de Daniela ainda está ligado aos aparelhos do hospital . A família está reunida para decidir sobre a doação dos órgãos.

O crime


Segundo a polícia, a principal hipótese é de que Daniela tenha sido vítima de uma tentativa de assalto. Os criminosos, no entanto, não levaram nada. Imagens de câmera de segurança de um prédio perto do local do crime mostram Daniela passando pela Rua Osíris de Camargo, onde costumava estacionar o carro. Ela e o marido, o gerente Josemar Araújo de Oliveira, de 26 anos, tinham apenas uma vaga de garagem para os dois veículos da família. Enquanto passava pelo local, Daniela era seguida de perto por dois homens em uma moto Twister.


O lugar exato onde a assistente administrativa estacionou fica fora do alcance das câmeras. Mas logo em seguida as imagens gravadas pelo sistema de segurança do prédio mostram um jovem correndo pela rua. Daniela foi encontrada do lado de fora do carro, ainda com a bolsa, com um tiro na cabeça.


Seis minutos após a entrada da vítima no Hospital do Campo Limpo, os médicos decidiram pela realização da cesariana, para salvar o bebê. A criança, chamada Gabriela, nasceu com 2,2 quilos e saudável - o parto estava programado para a sexta-feira da próxima semana.


O caso está sendo apurado por investigadores do 37.º DP (Campo Limpo).



Comentário do Blog
Apesar da grande violência, ainda sabemos que os congressistas não farão o devido esforço para endurecer ainda mais as leis de Execuções Penais e o Código Penal. Mais deixamos aqui as nossas condolências a família da Daniela. E como foi dito por um de seus familiares " Nasce um alegria, e morre outra alegria". 
Postar um comentário