domingo, 9 de junho de 2013

GUARDA MUNICIPAL DE JUNDIAÍ (SP) ANUNCIA A CONTRATAÇÃO DE UM HELICÓPTERO

A Guarda Municipal de Jundiaí anunciou que vai contratar um helicóptero para sobrevoar a Serra do Japi e ajudar no combate a incêndios ou queda de balões, por exemplo. O equipamento custará aos cofres públicos R$ 70 mil ao ano e a cidade poderá utilizar 26 horas de voo. Tudo para preservar o maior patrimônio ambiental do município e região. 
A novidade complementa uma série de ações como a instalação de câmera de monitoramento, que ficará no Mirante da Serra do Japi. De acordo com o comandante da GM, José Roberto Ferraz, o helicóptero será usado em casos pontuais. “Ele será acionado quando houver algum grande foco de incêndio ou ainda a soltura de balões, na tentativa de indicar e orientar as equipes em terra”, explicou.
Além do helicóptero, a GM anunciou parceira com o Aeroclube de Jundiaí para a fiscalização da área de preservação ambiental.
O objetivo é de que instrutores e alunos informem a GM assim que detectarem qualquer incidente na reserva. “Nós já fazemos voos diários. São cerca de 50 horas por dia divididas entre 13 aeronaves. Cada uma faz um percurso e sempre mantemos os olhos no solo”, explicou o diretor do Aeroclube, Marco Antonio Pereira.
Essa parceria não terá custo para a prefeitura. “Uma vez que fazemos os voos todos os dias, só teremos o trabalho de informar a GM e a Defesa Civil no caso de algum incidente”, disse ele, ressaltando que um voo simples custaria R$ 340 a hora.
Apoio aéreo / O helicóptero também poderá ser usado pela Defesa Civil de Jundiaí, assim como pela Secretaria de Planejamento e Meio ambiente. “Claro que esses voos serão pontuais, mas no caso de um deslizamento de terra em área de submoradia, ele poderá ser usado”, explicou Ferraz. “O foco do contrato é a preservação e o combate ao crime ambiental, seja ele na área da reserva, seja na zona industrial, rural ou urbana.”
Fonte: Rede Bom Dia
Postar um comentário