terça-feira, 24 de janeiro de 2012

Guarda Civil Metropolitana atua em evento esportivo na Guarapiranga e divulga proteção ambiental

Abertura oficial do Desafio Internacional de Beach Soccer - Brasil x Seleção do Mundo no Espaço Arena – Praia do Sol, teve as presenças dos Secretários Municipais de Esportes, Bebetto Haddad e da Segurança Urbana (SMSU), Edsom Ortega;
Marcelo Ulisses/SMSU
Durante todo o evento esportivo na Guarapiranga, a Guarda Civil Metropolitana estará presente com efetivo de vinte guardas, atuando 24 horas, apoiando os agentes públicos, na proteção ao parque Praia do Sol e no controle e fiscalização do espaço público, coibindo o comércio ilegal. Paralelamente, a Guarda Ambiental estará com uma tenda com banners e folhetos explicativos informando as ações realizadas pela Operação Defesa das Águas na Guarapiranga, Billings e Várzea do Tietê e um balanço dos 57 meses, deste convênio do qual fazem parte outros órgãos do Estado e da Prefeitura de São Paulo, visando a proteção e a recuperação das áreas ambientais, de mananciais e córregos, além de impedir invasões e depredações nesses locais e proporcionar sua recuperação.
Marcelo Ulisses/SMSU
A Guarda Ambiental possui 540 agentes, que utilizam viaturas, motos, embarcações e sobrevôos de helicóptero para a fiscalização integrada entre os parceiros. Atualmente, 126 locais, conhecidos como perímetros prioritários de controle, são fiscalizados, para proteger uma área que soma mais de 70 milhões de m2, que equivale a mais de 50 Parques do Ibirapuera.
Marcelo Ulisses/SMSU
Visitas aos parques lineares
Após o evento, o Secretário Edsom Ortega acompanhado pela Comandante Operacional da Zona Sul, Maria das Dores Oliveira e pelo Comandante regional interino de Capela do Socorro, Carlos Bento da Silva, visitou os parques municipais Praia do Sol, Barragem, Castelo e Nove Julho) para conhecer a situação atual de proteção, das obras e uso pela comunidade. Outra região visitada foi a área de proteção permanente no Jardim Marilda e Jardim Noronha, onde teve obras do Projeto Manancial, a fim de verificar denúncias de construções irregulares
Marcelo Ulisses/SMSU
Até 2006 a região da Guarapiranga ainda tinha muita degradação, invasões e construções irregulares, mercê os esforços já existentes. Após a implantação da Operação Defesa das Águas e o trabalho conjunto entre as Secretarias de Subprefeituras, do Verde e Meio Ambiente e de Segurança Urbana, juntamente as Polícias Civil, Militar e a Guarda Ambiental, fiscalizando de forma conjunta, o que vemos hoje, amplos espaços recuperados é a população se apropriando destes imensos parques para o lazer, esporte e entretenimento”, disse Ortega.
Postar um comentário