sexta-feira, 3 de fevereiro de 2012

Guarda Civil encaminhou 262 pessoas da Nova Luz em Janeiro

A Guarda Civil Metropolitana, como integrante da Rede de Proteção Social, articulada com as Secretarias da Saúde e Assistência Social, na região da Nova Luz e adjacências, promoveu diretamente no mês de janeiro 211 encaminhamentos de pessoas em situação de risco, aos equipamentos de saúde e ao atendimento social e 3.248 abordagens com orientação. Atendeu mais de 9 mil munícipes e transeuntes daquela região para orientação, esclarecimentos e demandas.
Foto: Marcelo Ulisses Comunicaçao/SMSU
Neste mesmo período 51 pessoas foram detidas e encaminhadas para o Distrito Policial, envolvidas em diversos delitos como furto, roubo, lesão corporal, estelionato, contra o patrimônio, ameaça, inclusive foragidos da justiça, tendo sido apreendidas 234 pedras de crack e trouxas de maconha.
Foto: Marcelo Ulisses Comunicação/SMSU
A Guarda Civil Metropolitana atua na Nova Luz sobretudo com base no Programa de Proteção às Pessoas em Situação de Risco. O objetivo é identificar as pessoas nesta situação e orientá-los para que não fiquem em lugares impróprios para sua saúde e integridade física ou causando transtornos a comerciantes e moradores.
Foto: Marcelo Ulisses Comunicação/SMSU
Posteriormente, é realizado o encaminhamento para atendimento nos serviços mantidos pela Prefeitura como unidades municipais da Saúde e da Assistência Social, de acordo com a necessidade. A Guarda Civil Metropolitana verifica também casos de pessoas que constam na lista de cadastro como desaparecidos/procurados pelas famílias.
Foto: Marcelo Ulisses Comunicação/SMSU
A Guarda Civil Metropolitana está participando da Ação Integrada com pelo menos trinta Guardas e dez viaturas e bases comunitárias moveis por período. A GCM integra a Operação, desenvolvida pela Prefeitura e pelo Governo do Estado na região também fazendo a proteção aos agentes públicos que ali atuam em serviço das Secretarias, Saúde, Assistência Social, do Trabalho e Participação e Parceria, Limpurb e Subprefeitura; no controle e fiscalização do espaço público.
 Foto: Marcelo Ulisses Comunicação/SMSU
As ações da corporação são realizadas com base nas Normas Programáticas e nos Procedimentos Operacionais Padrão (POPs) e nos treinamento e preleções para evitar desvios de condutas e excessos.
Foto: Marcelo Ulisses Comunicação/SMSU
A GCM pode ser acionada pelo telefone 153, 24 horas por dia. 
Postar um comentário