quinta-feira, 1 de março de 2012

SUSPEITO DE TER EXECUTADO GUARDA MUNICIPAL DE PIRACICABA NA SP-304 É PRESO

O guarda civil municipal de Piracicaba Silvio Adriano Manhaes
Preso por roubo de moto na SP-304, jovem com antecedentes criminais teria participado de assassinato
A Polícia Civil prendeu anteontem, às 19h, o desempregado Lucas Bortoloto, de 19 anos. Ele é acusado de ter participado de um roubo de moto ocorrido na madrugada de quarta-feira passada, na SP-304 (Rodovia Luiz de Queiroz). 
O roubo ocorreu no mesmo local onde o guarda municipal Silvio Adriano Manhaes, de 34 anos, foi assassinado dois dias antes, também de madrugada.
O guarda foi encontrado caído no acostamento com um tiro nas costas, no quilômetro 142 da rodovia. A moto dele não foi levada. Policiais suspeitam que ele tenha tentado escapar do assalto e baleado. Os ladrões teriam se assustado e fugido.
De acordo com o delegado seccional de Americana, Paulo Fortunato, a Polícia Civil vai investigar agora a ligação entre os dois roubos, mas acredita-se que o desempregado seja um dos dois homens que mataram o patrulheiro, que morava em Santa Bárbara e trabalhava em Piracicaba. "A prisão dele foi pedida pela participação no roubo de quarta-feira", esclareceu Fortunato.
O acusado negou participação no homicídio, mas as semelhanças entre os dois casos e o seu histórico criminal leva a polícia a acreditar que ele seja um dos autores. 
"As características são as mesmas, o mesmo local, o mesmo horário, a mesma motocicleta (que seria roubada). Está sendo feita uma investigação que pode conduzir ao mesmo elemento. Mas ainda falta prender o outro, que mora na mesma rua", disse o seccional.

Bortoloto já tem passagens por roubo de moto, na região de Piracicaba. O mandado de prisão foi concedido pela Justiça de Santa Bárbara d'Oeste e ele foi preso na casa dele, no Jardim da Paz, em Americana.
A sua identificação foi possível porque a DIG (Delegacia de Investigações Gerais), de Americana, e o SIG (Setor de Investigações Gerais) de Santa Bárbara, receberam denúncia de que a moto roubada na quarta-feira estava escondida em uma casa no Jardim Bartira, em Piracicaba.
Os investigadores foram até lá e encontraram o capacete e o controle do alarme da moto da vítima, o técnico E.C.R., de 34 anos. A moradora da residência, a operadora de máquina S.S., de 24 anos, admitiu que a moto roubada foi guardada na casa dela, a pedido de Bortoloto e do seu comparsa.
"Na sexta-feira, ela ligou para eles e pediu para buscarem a moto. Como não foram, jogou a moto em uma ribanceira próximo à casa dela", disse o guarda municipal Edson Duarte, do SIG. Os investigadores foram até o local e encontraram o veículo. A mulher foi indiciada por receptação, mas pagou fiança no valor de R$ 1,2 mil e vai responder ao inquérito em liberdade.

Fonte: www.liberal.com.br/noticia/F998D241E1E-suspeito_de_ter_executado_gm_e_preso
           www.amigosdaguardacivil.blogspot.com
Postar um comentário