segunda-feira, 7 de maio de 2012

Prefeitura entrega base de apoio à GCM que será utilizada na 8ª Virada Cultural

O veículo equipado com gerador, computadores, ar condicionado, mesas multiuso, area de descanso, sanitarios, será posicionado proximo a Praça da República durante a Virada Cultural. O objetivo é dar suporte nas ações e operações realizadas pela Guarda Civil, além da integração entre o Comando Geral da GCM e agentes.

A Prefeitura de São Paulo fará a entrega da base de apoio amanhã às 11h, na Galeria Prestes Maia. O veículo que será posicionado na Praça da República dará apoio à ação da Guarda Civil Metropolitana e parceiros na 8ª Virada Cultural.
A base de apoio conta com estrutura para receber o sistema de imagens da Central de Videomonitoramento da Guarda Civil Metropolitana, com câmeras operadas pela GCM e PM. As câmeras, instaladas nos pontos mais vulneráveis da cidade, contribuirão na fiscalização de ambulantes, atos de vandalismo e outras situações de violência. A base recebera tambem cameras proprias.
A base de apoio, contituida por um onibus de grande porte que foi adaptado, terá ainda sala de reunião equipada com notebooks que disponibilizarão o acesso à internet, espaço para descanso, banheiro e cozinha. O objetivo é melhorar as condições de suporte nas ações e operações realizadas e integração entre o Comando Geral da GCM e agentes. O veículo possibilita um local específico e reservado para reuniões entre o efetivo com vistas a rápida tomada de decisões e avaliação de novas estratégias da GCM, inclusive em catástrofes e acidentes. O veículo ainda vai possibilitar tambem atuar na realizacao de Mediações de Conflitos locais. Podera tambem ser usado no apoio das operacoes de combate a pirataria e contrabando e ações de reintegracao e desfazimento de invasoes.
A ação articulada e integrada dos agentes da Prefeitura (entre as Subprefeituras, Polícias Militar e Civil, SAMU, CET e Subprefeituras Sé, Vila Mariana, Pinheiros, Santana e Butantã e a Guarda Civil Metropolitana) terá como prioridade a coibição do comércio ambulante irregular na região, o atendimento e encaminhamento da Saúde e Assistência Social de pessoas em situação de risco, coibição do vandalismo  patrimônio público, descarte irregular de lixo e entulho e orientação ao público.

Durante a 8ª Virada Cultural atuarão quase dois mil GCMs e 192 viaturas, entre bases comunitárias móveis, motos e bicicletas. Além disso, cerca de 60 Guardas Civis da Inspetoria de Operações Especiais (IOPE) atuarão com uniforme estratégico (a paisana) na Virada Cultural com foco na identificação de pontos de comércio ilegal, inclusive vinho químico, promovendo apreensões e encaminhando os casos às delegacias de polícia.
Postar um comentário