domingo, 21 de outubro de 2012

PF divulga o balanço da operação em camelódromo e galeria de Piracicaba

As polícias Federal e Civil e a Guarda Municipal de Piracicaba (SP) divulgaram na tarde desta sexta-feira (19) o balanço da operação realizada no período da manhã no camelódromo e em uma galeria do Centro da cidade. O camelódromo foi reaberto no início da tarde.
Camelódromo de Piracicaba voltou a funcionar na tarde desta sexta (Foto: Thomaz Fernandes/G1)
Camelódromo voltou a funcionar à tarde
Foto: Thomaz Fernandes/G1
Foram apreendidos 1.425 CDs, 2.826 DVDs e 102 jogos de videogame piratas, além de 64 caixas de cigarros do Paraguai e dois veículos para averiguação. A maior parte dos produtos estava na galeria, que continua lacrada. No camelódromo foram encontrados itens jogados em latas de lixo, o que impossibilitou a identificação dos responsáveis.
Durante a operação, cujo objetivo era apreender produtos ilícitos e contrabandeados, parte da Avenida Armando de Salles Oliveira, no trecho da galeria e da entrada do camelódromo, ficou fechada. O trânsito voltou ao normal na avenida com o final da operação. Ninguém ficou ferido ou foi preso duração a ação das polícias no local.
Entrada do camelódromo de Piracicaba está aberta após a operação das polícias (Foto: Thomaz Fernandes/G1)
Entrada do camelódromo de Piracicaba está aberta após a operação
 (Foto: Thomaz Fernandes/G1)
Licença para vender carros
A galeria, de acordo com o delegado Florisvaldo Neves, da Polícia Federal de Piracicaba, não tem autorização para funcionar como ponto de varejo. A licença do local, segundo ele, é para a comercialização veículos, herdada de uma concessionária que ocupou o prédio anteriormente.
http://g1.globo.com/sp/piracicaba-regiao/noticia/2012/10/galeria-sem-alvara-segue-lacrada-por-tempo-indeterminado-em-piracicaba.html
Postar um comentário