quinta-feira, 15 de novembro de 2012

Americana agredida na Barra agradece orações

A americana Renée Eliott Murdoch, agredida com um pedaço de madeira por um morador de rua, está melhor e gravou um vídeo nesta quinta-feira (15) agradecendo a todos que rezaram pela sua recuperação. Nesta sexta-feira (16), ela fará uma cirurgia.
De acordo com o marido de Renée, Philip Murdoch, "ela está melhorando, muito além das expectativas dos médicos".
Segundo Philip, a americana está andando, embora com algum problema de equilíbrio, e consegue travar conversas curtas. "Ela tem um período curto de poder prestar a atenção. Renée está com uma dificuldade em um olho que o nervo óptico que foi estendido", disse.
Nesta sexta-feira (16), Renée vai fazer uma cirurgia para colocar uma calota craniana. Segundo seu marido, depois deste procedimento, diminui muito o perigo de uma queda, já que atualmente apenas uma camada de pele protege seu cérebro.
"Ela ainda tem um caminho a percorrer. Ainda precisa de terapia ocupacional e precisa priorizar as informações, pois muda de assunto o tempo todo. Mas o importante é que ela está viva e muito viva. Tem senso de humor, reconhece todo mundo, lembra de coisas que aconteceram antes do acidente. Mas ainda precisamos de muitos milagres", finalizou Philip.
O estado de saúde dela é estável e ainda não há previsão de alta.
Na manhã de sábado (10), a americana deixou a unidade semi-intensiva do Copa D'or e foi transferida para o quarto. Na segunda-feira (5), a paciente já havia começado a falar pequenas frases e a se comunicar.
Renée, que também é pastora da Igreja Luz das Nações, no Recreio dos Bandeirantes, foi agredida com golpes na cabeça por Alexandre Luis de Oliveira Francesco, de 38 anos, na orla da Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio, na manhã de sexta-feira (26).
Entenda o caso
Segundo a polícia, Alexandre estava tentando depredar um quiosque e, por isso, a Guarda Municipal foi chamada por um homem que caminhava na orla. Ao chegarem no local, ele já havia agredido a vítima, que fazia uma caminhada no calcadão.
Mesmo quando Renee já estava caída, Alexandre Luis continuou agredindo-a com o pedaço de madeira. Pessoas que estavam no local e funcionários de prédios próximos conseguiram conter o morador e estavam prestes a linchá-lo quando dois guardas chegaram e os impediram.
Moradores afirmaram que é comum viciados consumirem crack debaixo de um viaduto perto do local da agressão. Preso em flagrante por tentativa de homicídio, o agressor disse que não tinha usado nenhum tip de droga. A polícia, que suspeita que ele tenha problemas psiquiátricos, pediu um exame de sanidade mental.
O crime ocorreu na Avenida Lúcio Costa, em frente ao condomínio Alfa Barra, no Posto 8. Bombeiros do Grupamento de Busca e Salvamento da Barra também foram acionados.
Fonte:http://g1.globo.com/rio-de-janeiro/noticia/2012/11/americana-agredida-na-barra-grava-video-agradecendo-oracoes.html
Postar um comentário