domingo, 15 de julho de 2012

Ação civil pública pede que guardas municipais não portem armas fora de serviço

Assista ao vídeo e tire sua conclusões deste Procurador da Republica.
Comentário do Blog
Certamente esse Procurador da Republica, não tem amor pela vida humana de um cidadão Agente da Segurança Publica. O Guarda Civil da cidade de Foz do Iguaçu, realiza diversos atendimento de ocorrências diárias, mas não pode em seu período de folga estar armada, porque não haverá perigo ao Guarda Civil, após realizar prisões até mesmo de traficantes em operações conjunta com as Policias federal, Civil e Militar - Pois é uma cidade de fronteira com o Paraguai, rota de traficantes de drogas e armas - como se observa na entrevista do senhor secretario de segurança da cidade, e também por parte do secretario de governo da cidade que observa de forma clara a integridade física e pessoal do guarda Civil.
Sem demagogia do meu ponto de vista... Deve andar armado sim, pois é a vida do guarda Civil que esta em questão. Desta forma o Crime organizado também vai sediar um escritório na cidade na certeza da impunidade, pois não haverá autoridade capaz de pedir o desarmamento do crime organizado, como já acontece.
Esperamos o bom senso do Poder Judiciário Federal, dentro da legalidade do Estatuto do Desarmamento ( Pois o Procurador que ter o Poder de Policia Federal, uma vez que o Estatuto do Desarmamento, permite que poderá ser feito convenio com a Policia Federal para o Porte de Arma Funcional e Particular, dentro e fora de serviço ). Certamente ele esqueceu de ler o artigo que autoriza. Onde será que estudou Ciências Jurídicas?
Fonte: www.g1.com.br
Postar um comentário